É fácil entrarmos na onda da rotina, apressarmo-nos para o trabalho, preparar aquela reunião, buzinar o carro da frente porque não tem tanta pressa quanto eu, pensar na prenda da prima que faz anos, fazer a lida da casa, voltar para o trabalho, a reunião já foi mas o carro da frente não se mexe e ainda tenho de ir comprar a prenda da prima que faz anos e.. bolas não pensei no que ia vestir porque pelo meio fiz a marmita para ele levar para o trabalho e a amiga ligou-me em prantos porque a gata está doente. Já não tenho vontade de ir, vou e acabo por me divertir mas juro que tão cedo não me meto noutra. No dia seguinte tudo igual ou parecido e no outro dia seguinte tudo mais igual e mais parecido e no final do mês fico em casa a ver filmes a tarde inteira porque estou cansada de o mundo e a vida serem sempre previsíveis de mais para eu não adivinhar que amanhã tudo se repete.

A questão é: sei que tenho de abrandar mas não sei como!

Comecei a ler um livro. Comecei a meditar. Odiei a meditação, eu disse abrandar não disse parar. Tomei um banho quente e fechei os olhos para ouvir melhor o murmúrio da água nos meus ouvidos. Rejuvenesci, fiquei mais leve, senti que merecia. Se eu mereço, a meditação também. Voltei e gostei mais. Já não tinha a senhora do lado a ressonar e esta professora dizia coisas com mais sentido. Visitei a mãe, amor de mãe cura. Fiz yoga em casa, top top top! Vou fazer mais vezes. Não fiz. Deitei-me no tapete do chão da sala com os fones nos ouvidos e ouvi uma balada (esta foi deprimente, não recomendo). Voltei a tomar duche mas com o volume da música alto e cantei aquela música brasileira da moda, brilhei! Acabei o livro e percebi que nem todos os finais são felizes nem todas as lições estão aprendidas.

Percebi também que o que procurava com tudo isto era sair da confusão, quebrar o barulho com um verdadeiro silêncio… escutei e escutei-me… olhei para mim… observei-me… uma sensação sem igual encontrar o meu eu. 

Hoje, obrigo-me a 1 silêncio por semana. Para abrandar e… escutar.

De coração cheio,

V ♥

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.